Translator

domingo, janeiro 06, 2008

O perigo do apagão persiste? (parte 2)


O editorial do Estadão de hoje reforça a minha apreensão com a perspectiva de falta de energia a curto/médio prazo. Muito se fala do lado do governo e na prática, pouco se faz neste sentido. É o estilo petista. Fala, fala e não faz nada. Quando faz bem feito é porque aproveitou a idéia de outro. Se não vai sempre fazer malfeito ou não faz, pois não tem competência.

Abaixo vão algumas idéias e contribuições sobre o assunto que não são só minhas mas de muita gente que não pertence ao núcleo lulo-petista. Se a petralhada quiser aproveitar alguma delas e depois quiser propagandear que a idéia é deles, pode. Afinal, só somam para o bem do país.


Cliquem aqui para ler.

7 comentários:

Fábio Mayer disse...

Aí é que está uma parte da questão que eu levantei hoje lá no meu blog.

O governo sabe que o país não aguenta um ciclo de crescimento vigoroso sem uma ENORME intervenção governamental em infra-estrutura, e esta é impossível quando se gasta bilhões em cargos em comissão e se investe muito pouco.

Daí se contenta com crescimento em índices mais tímidos, porque isso dá tempo ou de empurrar os problemas com a barriga para depois de 2010 ou mesmo para ganhar tempo e tentar fechar os buracos no longo prazo...

Ricardo Rayol disse...

se a gente pudesse tirar partido dessa crise quanto não daria para ganhar.

tunico disse...

Fábio, nem precisava o governo investir. Bastava desburocratizar o licenciamento dos investimentos em energia que a iniciativa privada faria o trabalho para ele. São burros.

Ricardo, vamos montar uma fábrica de velas? Ganharemos dinheiro em 2010.

tita coelho disse...

Tunico eu estou louca ou o Governo uma época fez propaganda de novas hidrelétricas...Lula tinha promessas durante a campanha..né... onde está o investimento!
P.S. Foi impressão minha ou o petralha infeliz me ameaçou..rsrs De que hein...Fiquei com uma meda rsrs
beijos

Jussara Gehrke disse...

boa idéia a fábrica de velas, também de lamparinas, lanternas...

(se o governo nao planeja é melhor a gente fazer isso)

Stella disse...

O país está engessado, o governo só sabe anunciar obras, mas dar andamento que é bom, nada! Se o fizer o país entra em colapso exatamente pela falta de investimentos no setor energético, e ainda não iniciaram as obras da hidroelétrica do Madeira.

MARCO ANTONIO disse...

Tunico,

Voltei pra briga!

Pois é... parece até que a chuva também é deles.

Um abraço