Translator

quinta-feira, janeiro 03, 2008

Existe perigo à vista de apagão elétrico em 2010?


O Brasil deve fechar 2007 com um crescimento de 5,2%. Estimativas feitas por especialistas mostram que a partir de 2008 haverá a necessidade de se adicionar 3.000 MW por ano na potência elétrica instalada do país caso o crescimento se mantenha no nível de 5% ao ano. (leiam o texto completo aqui)
*******
Em tempo:
O governo aumentou impostos de novo. Era de se esperar pois apesar do Apedeuta ter dito que não havia perdido o sono com a derrubada da CPMF, perdeu sim.Tanto que a medida foi tomada dentro do recesso parlamentar, evitando o debate público através do forum apropriado.Uma espécie de "vendetta" barata contra aqueles que se opuseram à continuidade da CPMF. Foi a prova mais que definitiva de que este pessoal não tem palavra nem caráter. Aliás, o que mais chamou a minha atenção foi o deboche explícito do Manteiga afirmando que o governo prometeu não aumentar impostos mas isso em 2007 e não em 2008. Governante debochado com seu povo não merece mesmo respeito.
E ainda no apagar das luzes de 2007, aumentaram a alíquota do INSS dos aposentados, soltaram mais uma MP dando mais dinheiro para o Bolsa-Família.
O aumento do IOF e da CSLL dos bancos anula em parte a redução da carga tributária de 1,5% provocada pelo fim da CPMF. Alguém poderá dizer que este governo está taxando os banqueiros, justamente os que mais lucraram nos últimos 5 anos mas na prática, este aumento será repassado para as taxas e juros de empréstimos, penalizando ainda mais a classe média.


50% dos brasileiros que têm conta em banco estão pendurados em cheque especial, cartão de crédito ou em algum tipo de financiamento. Até quem não tem conta em banco, vai pagar mais caro pelo crediário das Casas Bahia.

Querem apostar que ainda antes do Carnaval eles soltam a MP criando os tais "trocentos" mil cargos públicos para os "cumpanheros"?

16 comentários:

Fábio Mayer disse...

Tunico,

Antes de tudo, Feliz Ano Novo.

Eu li em algum lugar que mantido esse nível de crescimento do PIB, o apagão estaria programado para 2011 se não forem tomadas medidas imediatas.

Ou seja, se não tiver reeleição, e se o PT não tiver candidato forte, é capaz de deixarem o setor elétrico de lado...

Por outro lado, eu avalio que esse aumento de impostos viria de qualquer modo, com o fim da CPMF, mas o contribuinte ainda saiu ganhando, trocou-se 40 bi por 10 a 15, ou seja, até 30 bi de redução de carga tributária. Saímos ganhando uns quebrados, porque o governo podia ter aumentado IOF, CSLL, IPI e taxas diversas em todosos setores da economia... mas acabou por admitir que o aumento constante da receita vai compensar o fim da CPMF.

Hermano Leitão disse...

FUI DE VOCÊS, disse Lula aos trabalhadores ao aprovar o PACOTE ESCORREGA NA MANTEGA do verão. O que foi detonado (aumento do IOF e da CSLL) e o que não foi implementado (a redução da carga tributária sobre a folha de pagamento, a redução de PIS e Cofins na área de saneamento e maior divisão da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico - Cide)é um PacoiTado. Quem paga IOF é quem tem, por exemplo, cheque especial - hoje qualquer lesera tem, basta estar empregado.Mas o pior ainda vem POR AÍ: Arrocho no salário mínimo - abaixo da inflação e do crescimento do PIB. SE FOSSE DESSE lado, o mínimo seria de R$407,00, muito abaixo do aumento dos preços dos alimentos, e o desgoverno ainda vai negar também o PROMETIDO aumento dos servidores públicos...

Ricardo Rayol disse...

ele só foi coerente, desdizer o que disse é o padrão dele.

Jussara Gehrke disse...

inacreditável que não haja qualquer planejamento na área de energia!
parece que só começam a pensar quando acontece algum estrago.
numa coisa só ficam por lá matutando: como tirar mais dinheiro do povo, ah...isso eles fazem!
(e ainda devem rir da cara dos trouxas aqui)

andre wernner disse...

É meu caro Tunico,
Uma vergonha! Esse é o governo revanchista. Perdeu a CPMF e tratou de correr e na surdina, impor novos meios para continuar arrecadando ‘alopradamente’ para enfiar no populismo, agora aliciando os jovens de 16 e 17 anos – votantes em potencial! – e comprando consciências com o dinheiro do erário, portanto do povo, que deveria ir para a Saúde, Educação, Segurança Pública etc.
E mais a TV Lula estatal para consumir mais dinheiro! E os R$ 12 milhões para as escolas de samba do Rio! Depois, é o povo quem samba o ano interior em dificuldades.
Abs

Estamos com artigo polêmico la no blog. Confira.

DAVID BANNER disse...

Primeiro deixe-me entender: O aumento de ALÍQUOTA DA CSLL dos BANCOS, que é um IMPOSTO SOBRE O LUCRO DOS BANCOS, será repassado para a clientela??? Ou seja, quanto mais LUCRO TIVER UM BANCO, mais a TARIFA DAQUELE BANCO VAI AUMENTAR, e novamente por conta disso, MAIOR LUCRO, MAIS CSLL e, NOVAMENTE... mais TARIFAS AUMENTANDO???

Você, meses atrás, apresentou um estudo(?) sobre uma incidência de 1,5 % de AUMENTO NOS PREÇOS devido a CPMF??? Ora, se a CPMF ACABOU, quando será que os PREÇOS VÃO CAIR??

Me responda, oh GÊNIO, ou então ME DELETE!

PAULO TRAVOSO disse...

Não encontro outra palavra que não seja SAFADEZA, para descrever o comportamento dos oposicionistas (empresariado, com QG na FIESP, os partidos e a imprensa demo-tucana), no episódio CPMF.

A prova está nos números.

Em reunião na FIESP em maio de 2007, apresentaram um relatório feito pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), dizendo que a CPMF representava 1,7% de impacto nos preços em média (notem bem que os números são avalizados pela FIESP, sendo usados em sua campanha para acabar com a contribuição).

O setor de eletro-eletrônicos são os que apresentam o maior impacto, de 2,25% (segundo os números da FIESP do Sr. Paulo Skaf).
O motivo alegado para os 0,38% da CPMF chegar aos 2,25% no preço final, é pela incidência da CPMF em cada etapa da cadeia produtiva.

O telejornalismo da Globo levou ao ar a seguinte SAFADEZA:

Mostrou uma pobre consumidora, quase aos prantos, dizendo que o "pacote" havia impedido seu sonho de ter um notebook.

Um notebook de R$ 1500,00 à vista, antes do imbróglio CPMF e IOF, daria R$ 120,90 de prestação em 24 meses (juros de 6% das financeira AO MÊS - e não do governo!).

Depois da nova alíquota do IOF (aumentada de 1,5% para 3,0% AO ANO), segundo os números COM SAFADEZA da imprensa demo-tucana, a prestação iria para R$ 122,29.

Já seria SAFADEZA dizer que o "sonho" da compra seria impedido por R$ 1,29 a mais na prestação mensal, principalmente ignorando aquilo que mais pesa de fato no encarecimento da prestação: os 6% AO MÊS, cobrado pelas financeiras dos BANCOS.

Mas a maior SAFADEZA de todas é não incluir nas contas os 2,25% de abatimento prometidos pela FIESP do Sr. Paulo Skaf.

Ao incluir o abatimento, o preço à vista teria que cair para R$ 1.466,25 (e não R$ 1.500,00).

Com o mesmo financiamento e a nova IOF, o valor da prestação seria R$ 119,54.

O valor da prestação SEM SAFADEZA teria que CAIR R$ 1,36.

O que os empresários demo-tucanos estão fazendo (com a cumplicidade da imprensa, e apoio dos políticos demo-tucanos) é a SAFADEZA de subirem PREÇOS, usando o IOF como desculpa, e "esquecendo" ARDILOSAMENTE o fim da CPMF.

Temos que reconhecer: em matéria de SAFADEZA com o bolso do brasileiro, os demos-tucanos, estando no governo ou na oposição, são uns gênios do mal.

tita coelho disse...

Sabe que esse ano com certeza vai ser pior que o que passou! Ainda estou esperando o golpe da reeleição este ano...vamos ver o que acontece...
beijos

tunico disse...

Aos dois "espertos" aí em cima, respectivamente David Banner e Paulo Travoso, como sempre anônimos e portanto covardes ao não se identificarem como gente de culhão e vergonha na cara que deveriam ser:

Em primeiro lugar: Não estou nem aí para a rede Bobo.Eles lá e eu cá.Não me pauto por eles.
Em segundo lugar, os prováveis efeitos de redução de preços e juros por conta da CPMF no sistema bancário serão anulados pela efetivação do aumento do IOF e da CSLL dos bancos a partir de abril.
Banqueiro não é bobo e não precisa da Rede Globo. Banqueiro ganha sempre. Assim, com o aumento de impostos sobre o lucro dos bancos ou sobre o sistema financeiro, esses certamente repassarão o aumento do imposto aos juros e tarifas ou no mínimo , ficarão como estavam antes do fim da CPMF.Sai uma entra a outra.
E o idiota que disse que se o lucro dos bancos for cada vez maior o repasse será maior no mínimo é um analfabeto funcional.Não foi isso que eu disse. Eu disse que se aumentar o imposto sobre o lucro dos agiotas(ops!banqueiros) eles repassam mesmo.
Foda-se eu, foda-se você, petralha imbecil e canalha. Quem sofrerá é a classe média e a classe pobre que compra nas Casas Bahia da vida a crédito.
A minha opinião sincera é que o governo deveria esperar um pouco para ver como se comportaria a economia antes de tomar essas medidas. Uns 6 meses. Aí sim, tomar uma decisão. Mas não. Continuam aloprados como sempre foram, incompetentes como sempre foram, imbecis como sempre foram e sempre serão.Uma decisão precipitada e debochada dessa corja.Deram a desculpa pros amigos banqueiros continuarem se locupletando.
Ora, ora, comentaristas de fancaria, vão se catar! Estudem primeiro e depois venham aqui para falar coisas coerentes.
Me desculpem os outros leitores. Mas burrice eu não aguento.

PAULO TRAVOSO disse...

Não entendi a parte do repasse do CSLL (IMPOSTO SOBRE O LUCRO). O lucro só é auferido ao final de um PERÍODO e já que você dá importancia ao tempo como fator de ponderação, não seria um tanto audacioso falar, agora, em repasse de algo que está intrinsicamente ligado ao FATOR TEMPO?? Outra coisa, estrategicamente você não atentaria ao detalhe que QUANTO MAIS LUCRO UM BANCO TIVER e seguir o receituário do TUNICO de repasse da CSLL para as tarifas, não correrá esse BANCO de ser ALIJADO da concorrência que preferirá um equilíbrio no FATOR LUCRO/REPASSE DE TARIFAS? Ou seja, UM BANCO ESTATAL que não aumeja LUCRO/CRESCIMENTO/RETORNO DO PL, poderia DISPUTAR CERTO NIXO DE MERCADO com tarifas mais baixas?? O DR NÃO ACHA que esse assunto É UM TANTO COMPLEXO PARA SE JOGAR NUM BLOG com ar de MESTRADO??

tita coelho disse...

Tunico, meu Mestre...posso responder ao Professor aí de cima...
Ar de Mestrado todos podem ter... incluindo o Presidente que estudou até a quinta séria e discute como quem entende alguma coisa de CPMF!
Não precisa ser Mestre em porra nenhuma para saber que quem paga imposto é sempre a classe média!
Veja bem...os aumentos de mpostos novos para cubrir a enorme falta que vai fazer a CPMF, atingem em cheio quem quem quem... a classe mérdia, obviamente, que é quem consome neste País!
Agora euzinha, com a autoridade de quem NÃO TEM MESTRADO, MAS PAGA IMPOSTO E CONSOME E NÃO RECEBE BOLSA FAMÍLIA, te digo...banqueiros nunca se fodem, eles repassam o prejuízo, sim! Mas o apedeuta vai dizer que está taxando os bancos...lógico!
Realmente ainda não entendi a lógica...precisamos ser especialistas para discutir o que atinge o nosso bolso...Pelo amro de Deus, vamos TIRAR LULA DA PRESIDÊNCIA pq aquele ali não é especialista em porra nenhuma!
Tunico, meu Rei...como é que os defensores do Governo migraram pra cá...vieram de onde esse povo...
Beijos meus

REINALDO AZEVEDO disse...

Tia coelho,

Você deve ser especialista em falar PORRA NENHUMA. Seu argumento se restringiu as PALAVRAS; POVO, APEDEUTA,POBRE, IMPEACHMENT(DE NOVO) e o velho RANÇO DOS DESPEITADOS...

Tente AO MENOS pensar EM TIRAR LULA DE LÁ, pra ver o que ACONTECE!!!

ISSO É UMA AMEAÇA!!!

Jussara Gehrke disse...

por que tem gente que se esconde?

(e ainda coloca 'apelido' de pessoas decentes?)

Jussara Gehrke disse...

Tunico
'raptaram' seu perfil para comentar bobagem lá no meu blog... justo quem!!!...rsrs

quem não deve não teme e mostra a cara! é ou não é?

tunico disse...

Ju, é o babaca de sempre. Assinatura inconfundível de petralha. Assassina o português "intrinsicamente", entra nos blogs dos outros aos sábados e domingos procurando um "NIXO" para falar bobagem e ameaçar porque durante a semana deve ficar enganando o patrão,"aumeja" encher nosso saco.No entanto, só me faz rir.

Jussara Gehrke disse...

é isso, como escrevi lá, pra enganar bem tem que ser esperto e inteligente.

bem, no fim nos diverte!