Translator

domingo, junho 22, 2008

Ganhou a Ideli

Eu havia prometido anunciar a ganhadora do Miss "cumpanheras do PT 2008" com pompa e circunstância. Ganhou a Ideli. Bem que vinha merecendo há muito. É de longe a "menas" melhor da tchurma das políticas petistas e das suas "cumpanhêras" de outros partidos.

Mas em vez de fazer mais uma brincadeira, preferi refletir um pouco sobre quem e o que estas pessoas representam no cenário político brasileiro. O PT se diz representante dos trabalhadores brasileiros. O mesmo fazem seus aliados PTB e PDT.Outros bem mais irrelevantes e nanicos também o fazem mas são tão nanicos que não vale a pena perder tempo com eles. Na realidade estes partidos que se intitulam "dos trabalhadores", "trabalhistas" etc, na verdade sempre viveram às custas do dinheiro alheio, daqueles trabalhadores sindicalizados ou não, que acreditaram na falação barata dos líderes destes partidos e os sustentavam. O PTB, que um dia se intitulou herança de Getúlio Vargas, voltou pela mão de Ivete Vargas que ao dar uma rasteira em Leonel Brizola, o fez criar o PDT. Com a morte de Ivete Vargas e mais recentemente de Leonel Brizola, os dois partidos hoje são meros coadjuvantes do hoje principal refúgio do sindicalismo profissional, o PT. São legendas de aluguel que emprestam seu apoio político em troca de cargos e benesses. O PTB mesmo sendo envolvido até a cabeça no escândalo do mensalão ainda empresta seu apoio aos governistas em troca de benesses e o PDT quando Brizola era vivo ainda se mantinha na oposição, cedeu finalmente às generosas ofertas de Lula e sua turma e hoje tem o seu presidente, o ex-presidente do sindicato dos jornaleiros cariocas Carlos Lupi, como Ministro do Trabalho. O sindicalista Paulinho da Força acabou envolvendo o partido em escândalos no BNDES.
Ideli Salvatti é ex-sindicalista. Era dirigente do Sindicato dos Professores de Santa Catarina. Eu se fosse professor naquele estado teria vergonha de tê-la como liderança. Aliás, se fosse eleitor em Santa Catarina, teria vergonha em tê-la como representante de meu estado no Senado da mesma forma que tenho vergonha dos nossos 3 representantes de São Paulo. O nível das falas e atos desta senhora é primário. A única característica dessa senhora que é marcante, é sua arrogância inconsequente que excede inclusive a média de arrogância dos seus companheiros de partido.

O fato é o seguinte. Estamos na mão da República Sindicalista que se instaurou no Brasil e que veio para ficar. Infelizmente para nós e principalmente para nossos bolsos.

Até o famoso Joaquinzão o ícone do sindicalismo profissional se fosse vivo, ficaria envergonhado das maracutaias que seus companheiros fazem hoje.

Vejam aqui a excelente crônica de João Ubaldo Ribeiro no Estadão de hoje.

7 comentários:

Fábio Mayer disse...

O PT envereda pelo mesmo caminho do antigo PTB, ao abrigar sindicalistas profissionais como dona Ideli.

posturaativa disse...

O pior é que essa gente tem curral e continuarão a serem eleitos

tita coelho disse...

A Ideli realmente "mereceu" ganhar! É uma desgraçada... Quase um câncer!
beijos

Suzy disse...

Tunico, você tem um merecido “Premio comprometido en defensa de la Libertad y la democracia”.

Grande abraço

ZEPOVO disse...

Todos temos nosso fardo. O Pt não está livre de aloprados, que partido está?
De acordo com o objetivo do concurso, a escolha de Ideli foi justa.
Conheço as safadezas de vários sindicatos e sindicalistas, mas me assusta pensar o que seria dos trabalhadores brasileiros sem sindicatos, que bem ou mal garantiram ( não totalmente) a abolição da moderna escravatura no Brasil. Ou alguém duvida do que é capaz a classe patronal brasileira?

tunico disse...

Ze Povo, ninguém é contra o sindicalismo. Foram as "union works" inglesas e americanas que garantiram uma estabilidade e garantias sociais aos trabalhadores de lá. O grande problema do Brasil foi que Getúlio Vargas criou os sindicatos brasileiros por decreto. E tudo que é imposto e não nasce naturalmente do clamor da sociedade tende a se deturpar. Foi o caso brasileiro. Os sindicalistas aqui ganharam tantos direitos e proteções que viraram profissionais, os chamados pelegos. Lembra-se? O PT nasceu teoricamente para combater o peleguismo e representar de verdade os trabalhadores da indústria metalúrgica de São Paulo. Cresceu, estendeu seus braços para outras atividade inclusive na área pública e acabou virando mais do mesmo. Um bando de pelegos profissionais que não representam porra nenhuma os trabalhadores. Ao chegarem ao poder, aboletaram-se, locupletaram-se e hoje são os grandes sanguessugas da sociedade brasileira, juntamente com com os descendentes dos pelegos de antigamente. Sindicalista hoje em vez de representar o trabalho como uma espécie de agência reguladora do capital é uma classe social à parte da sociedade. Essa é a verdade.

david disse...

AHA!!!!! Ela é ela e ninguem podela!