Translator

segunda-feira, maio 01, 2006

O meu julgamento


Hoje no dia do Trabalho, o Grande Apedeuta cometeu ato falho ao declarar sem querer na missa que é candidato à reeleição(como se todos nós não soubéssemos disso) quando pediu que tanto ele quantos seus adversários sejam julgados pelo povo nas eleições de outubro.

Pois eu como parte do povo, não vou esperar. O julgo já e aqui.

Ele é culpado.
  • Culpado por prometer e não cumprir.
  • Por mentir tanto que até acredita nas mentiras que diz.
  • Por fazer o povo humilde pensar que ele é um trabalhador quando na verdade há 20 anos não trabalha de verdade(alguém pensou em pedir para ver a Carteira de Trabalho dele e verificar quando foi a última anotação CLT nela?).
  • Por fingir que não sabe das maracutaias dos seus companheiros quando todos nós sabemos que ele sabe e deve até tê-las apoiado.
  • Por comprar o povo humilde com a esmola do Bolsa-Família dando falsas esperanças a esse povo.
  • Por incitar a luta de classes jogando os pobres e humildes contra a classe média dando a ela o rótulo de elite quando na realidade é esta classe média formada de trabalhadores de empresas privadas e públicas e dos micro, pequenos e médios empresários que carrega o Brasil nas costas e com os impostos e juros escorchantes que paga sustenta os Bolsa-Família da vida de um lado e os grandes banqueiros de outro.

Desta forma, sua pena será não ter o meu voto, dos meus familiares, dos meus amigos e de todos aqueles a quem eu conseguir demonstrar sua culpa.

2 comentários:

Star disse...

Tunico,

Adorei a revolta do pingüim, é ótima! Parabéns!

O cara pediu para ser julgado, ninguém deveria pedir isso, mas já que ele o fez, dentro de uma igreja!!!!

Vamos lá!!!

Condenado a permacer longe da vida pública pelo resto de seus miseráveis dias!!!

Isso é muito bom!!!


Beijo

Jussara Domene Gehrke disse...

vade retro!

já vai tarde!

espereremos que o povo saiba mesmo julgá-lo.