Translator

quarta-feira, dezembro 10, 2008

Pelo avanço bêbado da "marolinha", será que isto pode acontecer?

Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias,

A que se deu o nome de ano,

Foi um indivíduo genial.

Industrializou a esperança,

Fazendo-a funcionar no limite da exaustão.

Doze meses dão para qualquer ser humano

Se cansar e entregar os pontos.

Aí é que entra o milagre da renovação, e

Tudo começa outra vez, com outro número e

Outra vontade de acreditar que,

Daqui pra frente,

TUDO VAI SER DIFERENTE”


(CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE)

Aos leitores amigos:

BOAS FESTAS

e

Muito sucesso em 2009!!!

(apesar da "marolinha")

(P.S: liguem o podcast ao lado para ouvir a canção natalina)


6 comentários:

LEU LEUTRAIX disse...

Por definição, a essência comum a todo esquerdista, é a de ser preguiçoso para o trabalho, e de invejar o sucesso material de quem tem a disposição para trabalhar.
Por isso, por não poder declarar abertamente que deseja obter os bens do próximo sem trabalhar, adota uma desculpa tipo ideológica, onde dizem ser vitimas de exploração, de que todos devemos repartir tudo com os que não o tem.
Claro, isso para tentar obter o que querem, da forma mais conveniente e com o menor esforço: Sem trabalhar.
Idealizam que todos sejam pobres igualmente, como sempre se viu e se vê nos países ditos socialistas, e assim, não se sentem inferiores por sua falta de capacidade de trabalho e talento pessoal, pois nesse sistema ninguém é incentivado a demonstrar capacidade, conquistando bens e sucesso pessoal, e assim o incapaz ou medíocre passa despercebido. Sua inferioridade laboral é suprida ao mínimo pelas doações do Estado, massificante e totalitário.
Gostam de ditaduras totalitárias e escravizantes. Por isso idolatram Fidel Castro, Mao Tse Tung e até Pol Pot. No Brasil, costumam vangloriar-se de terem confrontado a ditadura militar. Só não contam, que pretendiam derrubá-la e implantarem uma outra ditadura, a de esquerda, tão totalitária quanto. Mas essa interessava, pois estariam no poder; é óbvio…
Mas preferencialmente, o esquerdista objetiva ocupar o poder ou ser amigo dele, desfrutando de todos os bens, secretamente invejados do demoníaco capitalismo. E para isso, como já possui uma moral fraca pelo que é, o esquerdista mente, engana e corrompe. Tudo para chegar ao poder, usando o seu disfarce preferido: A utópica “Revolução”. Como se essa “causa” fosse tão nobre, que autorizasse e desculpasse em nome dela, todo e qualquer ato de banditismo possível, como se vê na prática; inclusive usando eleições democráticas como meio para se perpetuarem no poder.
E como sempre, sem ter de trabalhar. Vide a vida de Lula e da cúpula petista.
Costumam distorcer as verdades se essas não são de seu interesse, causando confusão e a desorientação intencional do público, pelo fato de assim poderem ser conduzidos, por não terem o discernimento de direção. Vide Lula, Brejnev, Fidel, Ceaucescu e líderes sindicais.
Os esquerdas vigiam quem possui os bens que invejam, mas por não terem coragem de trabalhar para conseguí-los, procuram taxar esses proprietários realmente trabalhadores de elite exploradora, e que deveriam ter esses bens confiscados e distribuídos entre eles, os esquerdistas, mesmo na marra.
Conseguindo eles assim, os bens que cobiçavam, novamente sem trabalhar… Vide José Rainha e Stedile.
No MST, investigados quantos querem terra para nela trabalhar como agricultores; e quantos sabem realmente como se trabalha a terra para a produção agrícola; a resposta foi que só um mínimo dos invasores do MST e movimentos similares, sabem como plantar e cuidar de um pé de feijão.
Todos querem seus lotes, para depois os venderem a latifundiários regionais, juntarem dinheiro e comprarem boas propriedades urbanas, e isso pelo motivo de sempre: SEM TEREM DE TRABALHAR para consegui-lo.
Entre a população carcerária no Brasil, ouve-se o ditado que cita: “Bandido que não tem coragem de apontar a arma para assaltar, vira militante vermelho”.
Há um grande fundo de verdade nessa frase.
Os esquerdistas em geral, adotam práticas e comportamentos comuns, tais como:
- Admiram e se relacionam com bandidos em geral (os consideram “vítimas da sociedade” e militantes lucrativos em potencial);
- São comumente usuários de drogas; pois, consideram o seu uso como um direito pessoal (!!).
- Grande parte dos seus militantes é sabidamente homossexual, e/ou adotam práticas sexuais pouco convencionais, ou “exóticas”.
- Diante de perguntas embaraçosas costumam desqualificar seus interlocutores, ou agem com violência. Afinal, “Todos têm que pensar como eles”, e ponto final.
- Costumam eliminar ou matar seus dissidentes, ou figuras que ameacem a sua escalada ao poder totalitário.
No sistema democrático e capitalista, o povo tem um Governo. No sistema totalitário socialista, o Governo tem um povo.
Resumindo: “O esquerdismo é a Revolução dos Preguiçosos contra os Trabalhadores Verdadeiros, para obterem o poder ditatorial, sem o suplício de trabalharem .”

Star disse...

Muito sucesso, paz e harmonia pra você e sua família Tunico, o resto a gente dá um jeito e vai levando...

Feliz Natal!

Marquer disse...

Adorei!

Tunico, realmente mais que gostei de seu blog!!

Sou comentarista do blog "Mosaico de Lama", do Leo...lí seu comentário e, ele traduziu de forma tão elementar e maravilhosa e post, que vim conferir a qualidade.

Bem, o que constatei é que, será mais um blog que virei ler, ou seja, mais um em que me torno leitor e carteirinha!!

Parabéns por tão bom blog que vc tem!

Grande abraço.

PS- Esta semana estarei linkando o seu lá no meu blog.

Pata Irada disse...

Tunico
Tô aqui só prá TE dizer
FELIZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZ
NATAL! e
timbemm prá te desejar um belo 2009 repleto di coisas boas, boas não...
MARAVILHOOOOOOOOOOOOSAS!
Continua sempre assim, com esse olhão bem grandão!beijos da pata

Ricardo Rayol disse...

Viva a marola e boas festas meu amigo

Star disse...

Voltei...

BOAS FESTAS!
FELIZ ANO NOVO!BOAS FESTAS!
FELIZ ANO NOVO!BOAS FESTAS!
FELIZ ANO NOVO!BOAS FESTAS!
FELIZ ANO NOVO!BOAS FESTAS!
FELIZ ANO NOVO!