Translator

quinta-feira, dezembro 27, 2007

Retrospecto 2007 do lulo-petismo ou...quem disse que a oposição não tem discurso?


Fim de ano é época de retrospectos. Nesta época, as revistas, jornais, emissoras de tv fazem a resenha do ano. Dedicam programas especiais, edições especiais. Eu faço aqui um retrospecto à minha moda. Em forma de tópicos, que clicando em cima deles o leitor pode ler o assunto desenvolvido no meu blog do Wordpress.





O que esperar de 2008?

Mais do mesmo?

Vamos ter que aguentar mais um ano as bazófias e bravatas do Apedeuta como "nunca dantes nestepaiz". É certo que suas gafes continuarão servindo de piada e assunto para nós. Os lulo-petistas continuarão arrogantes e incompetentes. Os "asnopones" continuarão agindo. Os petralhas e seus aliados continuarão "metendo a mão na merda" e insuflando falsas esperanças no povão desinformado.

O Brasil S/A não deve repetir o crescimento de 2007. Mas deve crescer em torno de 5%. Não será um crescimento sustentado. Sem reforma tributária, administrativa, corte de gastos publicos e gestão eficiente, não há como crescer de forma sustentada. Existe no horizonte a perspectiva de uma crise mundial não tão grave quanto as que FHC enfrentou na década de 90 mas mesmo assim, crise é sempre crise. O mercado que é sábio, aponta para uma crise de energia ainda em 2010, caso o país continue crescendo no ritmo de 4% ao ano sem investimentos em geração. O preço do quilovatt-hora no mercado cresceu em 2007 cerca de 20% o que é sinal de falta de energia à vista. D. Dilma garante que não teremos apagão.Se tiver, será culpa de São Pedro. Tá bom. Já vi este filme antes.
A inflação medida pelo IGP-M da FGV bateu 7,15% em 2007. Naturalmente o aloprado do Manteiga dirá que foi culpa do feijão que dobrou de preço, da oposição que acabou com a CPMF,dos comerciantes da 25 de Março, do dono das Casas Bahia, das elites dominantes.

2008 é ano de eleições. O partido da confraria sindicalista sob a mesma direção aloprada quer manter ou até crescer sua influência nas prefeituras. Para isso contará com os cofres abertos do governo central. É por isso que o Apedeuta afirma que os gastos públicos e sociais não devem diminuir. Afinal como vai ficar a manutenção do cabide de emprego dos “cumpanhero” não é mesmo?
A gastança deve continuar contra todas as recomendações de economistas renomados, da necessidade de se reduzir os gastos públicos, de melhorar a eficiência de gestão para permitir um crescimento sólido. E não duvidem que se necessário, tentarão aumentar os impostos, sim!

E a oposição? Nos tópicos acima a oposição tem várias dicas para afinar seu discurso. Se quiser chegar em 2010 com chances de retomar o poder, a oposição possui vários argumentos. O que não pode fazer é esperar alguma crise ou mais algum escândalo nem apostar no quanto pior, melhor. Se assim agir, pode esperar sentada que em pé cansa.

Um recadinho aos petralhas que aqui me visitam e pedem pra eu sair. Podem entrar sempre aqui em casa mas se vierem com comentários "graciosos", chuto o saco na boa, sem dó.





8 comentários:

tita coelho disse...

Genial teu retrospecto...eu o fiz no meu blog em forma de vômito... rsrs mas o teu está show...... As previsões Tunico, não me arrisquei a fazer...vou por ti...rsrs e concordo contigo!
beijos meus

Star disse...

Oi Tunico, estou passando rapidinho para desejar a você e suas família, um grande 2008, com muito amor, harmonia, dindin, felicidade e muita paciência pra agüentar esse país.

Jussara Gehrke disse...

dá uma raiva...
mas é isso, vc sabe deixar tudo claro, explicado, fico otimo este post de fim de ano!

2008 continuamos com a luta!

Ricardo Rayol disse...

Um cenário sinistro esse. E que oposição?

Cantonio disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Cantonio disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Kika Albuquerque disse...

Que 2008 venha trazendo saúde, paz, alegrias e realizações para todos nós que cremos firmemente na vitória do bem contra o mal.
Feliz ano novo!

Pata Irada disse...

Tunico
Resumindo então:
é o "quadro da dor sem a modura".
E o responsável?
Não existe.
Não se pode responsabilizar um autista alienado.

Mesmo assim, te desejo um 2008 menos pior que 2007, porém muito mais feliz (hã?).
beijão.