Translator

sexta-feira, julho 27, 2007

Pano Rápido

1-Achei no blog do Cláudio Humberto este cordel sobre a chegada de ACM no inferno. Imperdível!






*******

2-Pensando bem, depois de assistir ontem à exemplar aula de culinária do Presidente da Infraero sobre como tratar o pepino, alguém deste governo (cuja explícita orientação é erótico/sexual - vide o "relaxa e goza" da Marta, o "top-top" do sargento Garcia, o "ponto G" do Lula) pegou o tal pepino e o utilizou justamente no Brigadeiro.

7 comentários:

Ricardo Rayol disse...

ahahahahahahahah fenomenal, cara o cordel é demais, tu tinha que arranjar o áudio.

Ricardo Rayol disse...

E a propósito me manda esse banner aí do vaiei o lula, muito bom.

andre wernner disse...

Como você pode ver, meu caro Tunico, o céu não está pra brigadeiro...
Aliás, faz muito tempo que o céu não está para brigadeiro e eles continuavam fazendo de conta que não tinham ‘pepinos’ maiores penetrando por todos os lados nos aeroportos dos quatro cantos do país.
Depois de muito tempo, é que o Waldir Pires foi atropelado no cargo. Se não tivesse sido, continuava fazendo de conta que o caos é culpa do progresso, como enfatizou o Mantega...

Também endossado por Marta Suplicy com a sua recomendação aos viajantes: “relaxa e goza!”. Aliás, porque a sra. Marta não deixa de usar o jatinho da FAB, colocado à sua disposição, e não enfrenta os aeroportos – filas – e também a opinião pública? Quer pesquisa melhor?
Pelo visto, o pepino citado pelo brigadeiro é para o povo. A elite política “destepaíz” vai de FAB. O povo vai de TAM. Tam. Tam, tam, tam...
Abs

Stella disse...

hehehheheeheh adoro cordel, esse está ótimo
sabe Tunico, perante a bandalheira que reina solta no país, ACM é aprendiz

Eduardo Andrade disse...

Olá Grande Escriba, A Única coisa que não concordo é ACM voltar para Bahia. Isto eu não aceito; apesar de achar que ele, assim como a Fênix, pode renascer das cinzas. Falar nisto, eu tenho muito medo que isto ocorra... Grande abraço e parabéns pelo blog. Estou fazendo link no meu.Possso?

david santos disse...

POR MUITO QUE CUSTE A MUITA “BOA” GENTE, NÃO VAMOS DEIXÁ-LO ESQUECER.

Esta semana venho incomodar todos os blogues brasileiros. E por quê? Porque não quero que esta data fique esquecida. Mas que data? Pois é, é mesmo isso! Este ano, de 2007 faz 160 “cento e sessenta anos”, que nasceu um grande vulto da poesia brasileira. Quem foi?
Faz também este ano, 2007, 136 “cento e trinta e seis anos” a data do seu falecimento.
Quem foi? A resposta deve ser dada por iniciais, nada de nome completo
Eu não devia ajudar nada, mas vou-vos dar um cheirinho: “Espumas Flutuantes”, Salvador da Bahia, 1870.

Quem souber, pode deixar a resposta no meu último poste.
Quem não souber, tenha a dignidade de perguntar no mesmo local. Pois aprender não enche barriga nem mata miolo.

David Santos

Fábio Max Marschner Mayer disse...

Esse governo tá virando uma salada... e azeda!