Translator

sábado, abril 22, 2006

Telê Santana - exemplo de ser humano


Mudo hoje um pouco meu estilo de blogar, mas sem perder o foco.





Morreu ontem Telê Santana.

Como Brasileiro e São -Paulino, rendo a ele aqui minhas homenagens e o agradecimento por ter tornado meu clube de coração a terceira maior torcida do Brasil. Por ser responsável por duas das três estrelinhas de campeão mundial no distintivo do glorioso tricolor paulista. Por ter revelado e incentivado inúmeros atletas que despontaram e ainda despontam no cenário mundial do futebol.

Mas faço este registro principalmente porque o Mestre Telê, foi um homem de bem. Um exemplo a ser seguido. Correto, solidário, com firmeza de propósitos, trabalhador competente, um verdadeiro brasileiro.

De suas frases famosas, destaco aqui 4 que muito bem podem servir de contraponto à atuação daquele que adora comparar seu cargo ao de um técnico de futebol, o atual "técnico" do time Brasil, o senhor Luís Inácio Lula da Silva.

"Se jogador do meu time faz falta por trás, ou entra pra quebrar o adversário, o juiz nem precisa expulsar. Eu mesmo tiro de campo."

Lula não fez isso com Waldomiro Diniz, José Dirceu, Gushiken, Palocci e tantos outros de seu time. Cometeram falta de carrinho por trás mas só foram afastados do time por pressão da torcida. Márcio Thomaz Bastos fez muitos gols de mão e ainda permanece no time. Ideli Salvatti e Berzoini adoram puxar o adversário pela camisa, pisar na canela e são elogiados por isso.

Dirigentes do clube do Lula pagaram bicho por fora e botaram na gaveta jogadores de times adversários. Segundo se diz por aí, compraram até juízes.

"Futebol é arte e diversão.Sem chutão para a frente."

Aloísio Mercadante só atua no meio de campo, é aquele jogador tipo "enceradeira" que roda, roda e não sai do lugar, além do que é constantemente mal-humorado. Dilma Roussef é do tipo "beque de fazenda". Tarso Genro, gosta de dar chutões para o alto.
Nenhum deles é substituído.


"Não escalo alguém porque gosto mais deste ou daquele.Se fosse assim, escalaria meu filho que é de quem eu mais gosto."

Lula escalou muita gente no governo somente por gostar mais deste ou daquele.Esqueceu de colocar jogadores competentes. E de quebra, escalou o filho no time da Telemar.

"Não sou inventor e nem faço milagres. Apenas trabalho com dedicação e muito respeito."

Lula se considera o inventor de um Brasil novo, se considera milagreiro, pois segundo ele nos últimos 500 anos ninguém fez pelo Brasil o que ele fez nestes 3 anos e meio. Lula não trabalha há mais de 25 anos. Dedicação somente aos passeios no aerolula, aos churrascos, às cachaças, aos vinhos de griffe, aos mensaleiros de seu governo. Respeito ao povo trabalhador? Só a quem é filiado ao PT ou ao MST.

Telê Santana será lembrado sempre como o homem simples, humilde, que devolveu a alegria ao futebol, um vencedor por seus próprios méritos, mas que nunca se deslumbrou com o sucesso.

Lula será lembrado como o homem simples, humilde, que chegou a presidente e uma vez lá, mostra a sua verdadeira face: leniente com a corrupção, afeito aos conchavos escusos , parceiro da mentira, contrário à democracia.

7 comentários:

Santos Passos disse...

Oportuna comparação.

Serjão disse...

Ótima analogia e homenagem a uma pessoa honesta e acima de qualquer suspeita. Bem diferente do mundo do Futebol atual. Só discordo da terceira maior torcida do País. (Talvez seja a quinta). Mas isso é detalhe. Apesar de ele ter perdido a copa de 82, terei sempre dele a imagem de um técnico que fazia a diferença. Como Luxemburgo, hoje. Mas este não tem a metade da estatura moral de Telê. Que descanse em Paz; Abraços

Jussara Domene Gehrke disse...

perfeito.
vc fez um belo texto, articulou muito bem, por isso que disse que é sempre um prazer ler o que escreve, admiro sua criatividade, senso crítico e clareza.
parabéns mais uma vez!

Star disse...

Parabéns Tunico,

Muito bonita a sua homenagem a Telê Santana, que foi um homem de verdade e um exemplo a ser seguido.

Sua comparação com aquelle foi perfeita.

Infelizmente Lula foi pobre e continua pobre; de caráter, de moral, de honra, de honestidade e de conduta, mas nunca foi simples. Sempre foi arrogante na sua insensatez.

Bom fim de semana,

Beijo

Saramar disse...

Tunico, boa tarde.
Fenomenal!
A homenagem merecidíssima ao nosso técnico do coração (eu também sou tricolor) e analogia perfeita entre esse brasileiro honesto e vitorioso e aquelle outro brasileiro e sua gangue.
Você é um campeão de criatividade!

Beijos

Kafé Roceiro disse...

É merecida a homenagem ao Telê, que além de ser um grande técnico era um ser humano de primeira.
abraço,]
Kafé. ( Me linka aí, pô!)

Anônimo disse...

Vc disse tudo Tunico. Telê é foi um dos raros exemplos de probidade e profissionalismo.

abs

aluízio amorim
http://oquepensaaluizio.zip.net