Translator

terça-feira, novembro 08, 2005

Cliquem aqui para verem este excelente artigo

Entre palavras e fatos de Rafaela Ceo (no blog do Noblat,a desfaçatez cada vez maior de nossos políticos e governantes)

Meu comentário(roxo de indignação e perplexidade):

Em qualquer país sério do mundo, este governo já teria sido posto para fora, por tentar obstruir a apuração da verdade.

Não entendo uma coisa. Collor foi posto para fora(com razão) em 1992, por muito menos.

Será que os políticos ficaram mais corporativos e malandros de lá para cá ou nós, sofrido povo brasileiro, nos tornamos lenientes e portanto coniventes?
Não faltaria de nossa parte uma maior capacidade de indignação?
Será que só reclamar e denunciar pela Internet nos basta?

4 comentários:

Anônimo disse...

[CAPITÃO][http://opiratanet.zip.net ]
Caro amigo! Sempre original! Agradeço suas visitas ao meu blog e saiba que também estou sempre por aqui, garimpando, no meio da lama, os diamantes de humor ácido digestivo para engolir nossa atual situação política. Um abraço do amigo, Capitão http://opiratanet.zip.net

Serjão disse...

Tunico, Collor caiu pq tinha na época contra ele todos os movimentos sociais hoje mais do que tutelados pelo governo. Todos levam grana. (MST, UNE, Sindicatos)A direita hoje não tem poder de mobilização e a classe média que a compôe fala muito e nada faz. Um pedido de impeachment hoje serviria possivelmente (é uma suspeita) para unir estes movimentos e transformar o apadeuta em vítima o fortificando. Portanto enquanto não aparecer um preto no Branco (Fiat Elba por exemplo) Lula pode se dar ao luxo de dizer que nada sabia. Isso enquanto os Delúbios, os Vãlérios permanecerem de bico fechado.

Jussara disse...

Cadê o celerado do Arthur Virgilio, o safado do Goldman, o nazista Bornhausen, os ACMs grampo e grampinho, Álvaro Dias irônico, o mico Onyx do PFL para comentar isso que eles aprovaram junto com o FHC.
HERANÇA MALDITA DE 27 BILHÕS DE PREJUÍZO AO PAÍS. ESSE É JEITO TUCANO DE GOVERNAR.
Governo Lula recebe mais uma "herança maldita" de FHC Uma medida fiscal adotada pelo governo Fernando Henrique Cardoso em 1998 foi considerada inconstitucional, na semana passada, pelo Supremo Tribunal Federal (STF). A norma, baixada de forma irregular na era FHC, representa uma conta a mais a pagar pelo governo Lula, que pode chegar a R$ 27 bilhões. Em 1998, o governo FHC aumentou de 2% para 3% a alíquota da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e ampliou a base de cálculo dessa contribuição e do Programa de Integração Social (PIS). A medida fazia parte do pacote fiscal baixado no primeiro mandato do ex-presidente Fernando Henrique. Na semana passada os ministros do STF concluíram, por seis votos a quatro, que as alterações na cobrança do PIS e da Cofins, por meio da Lei 9.718/98, não poderiam ter sido feitas dessa forma. Na época, não havia no texto da Constituição um dispositivo autorizando a mudança por meio de uma lei ordinária, como ocorreu. "Uma lei ordinária que ofenda a Constituição não é perdoada jamais pela Constituição. E o perdão não pode ser pedido pela emenda", explicou o ministro do STF, Carlos Ayres Britto. Aposentados - Para o deputado Carlito Merss (PT-SC), essa é mais "uma herança maldita deixada pela incompetência do governo FHC". " E essa não é a primeira herança que o governo Fernando Henrique nos deixou. O governo Lula ainda está pagando a dívida dos aposentados, que o governo passado não honrou", afirmou o deputado Merss. Sobre essa dívida, ao assumir o governo, o presidente Lula determinou a revisão e o pagamento dos valores atrasados referentes aos benefícios previdenciários concedidos entre março de 1994 e fevereiro de 1997 e não pagos pelo governo FHC. A dívida, da ordem de R$12 bilhões, já se arrastava há dez anos e o acerto de contas beneficiou mais de 1,8 milhão de aposentados que tiveram correção nos seus benefícios chegando, em alguns casos, a 39,67%. O deputado Carlito Merss alertou que "com mais esta conta para pagar, deixaremos de ter mais dinheiro no orçamento para investimentos, principalmente na área social". "O governo FHC nos entregou um país quebrado e isso mostra a postura autoritária do governo passado", ressaltou. Para o deputado Luciano Zica (PT-SP), "é lamentável que a Justiça demore tanto tempo para julgar uma questão que tem grande impacto financeiro tanto para as empresas quanto para o governo". Para ele, "infelizmente, o governo FHC deixou muitas contas a pagar para o governo Lula", ressaltou. "Essa decisão do STF revela o que já afirmávamos, que muitas das medidas fiscais adotadas pelo governo passado eram inconstitucionais. Agora, o governo Lula tem mais uma dificuldade para superar", lamentou Zica . Na opinião do deputado Nilson Mourão (PT-AC), a decisão do STF só revela "mais uma das irresponsabilidades do governo FHC". "Agora, os efeitos negativos da medida fiscal inconstitucional adotada pelo governo anterior, explodem no governo Lula", queixou-se o parlamentar.


http://www.porumnovobrasil.org/web/

Serjão disse...

Brava, esta dona aí. Sorte dela que não vai "lá em casa" se não sento-lhe o cacete. Lá o bicho pega e é feeeeio. Sento a marreta sem dó. Defender Lula? Faça-me o favor. Herança maldita? É só o Palocci sair que o dólar vai a 4 paus de novo. A herança maldita foi causada pelo medo do PT. Gostei da resposta que vc deu a ela. Mas bastava um argumento. Lula (e o PT) montaram a maior industria de rapinagem já vistos nesse país. FHC, não.